Diagram

Promoção no trabalho

2 years ago

Olha, se você me falasse quando eu estava no Brasil que eu conseguiria um trabalho aqui em Dublin e que eu conseguiria ser “promovida” nele eu diria que isso seria impossível. Sair da pátria amada sem saber falar nada de inglês te deixa bem limitado na busca por emprego, aqui é a lei do mais forte, quanto mais você fala, melhores são as chances.

Pois bem, cheguei sem falar nada e isso me resultou o sub emprego, comecei sendo Aupair, trabalhei 6 meses para uma família e depois trabalhei 2 meses para outra até que decidi que isso não era o que eu queria. Montei um novo currículo e fui para luta. Sai do aupair sem um emprego garantido, o que me forçou a acordar para vida, me fez correr contra o tempo para achar outra solução, (diferente do que muita gente acha eu não recebo grana de ninguém, tenho que trabalhar para me sustentar), então fui entregar CV.

Nesta minha busca inicial falei com todo mundo que conhecia que estava saindo do Aupair, até para o cachorro na rua eu dizia que estava desempregada e se alguém soubesse de alguma coisa para me avisa e foi numa destas que uma amiga comentou comigo que no restaurante que ela trabalhava estava precisando de funcionários.

Montei meu CV e pedi a minha amiga uma ajuda se ela poderia me indicar, ela muito prestativa assim o fez (aqui você vai achar muita gente para ajudar – pelo menos é assim comigo, muita gente me ajuda), marcamos a entrevista e no dia estava tranquila, feliz e adivinha, passei. Na hora todo mundo pensa que legal ela vai trabalhar num restaurante, mas não era bem assim, eu passei na entrevista para trabalhar de cleaner (faxineira) durante um mês para cobrir férias de uma menina que iria viajar.

Não fiquei feliz porque trabalhar de cleaner ia atrapalhar toda minha programação, na verdade nem é por causa do trabalho, era porque tive que trancar a escola por um mês para fazer as limpezas. Mas eu não podia perder este trabalho, aceitei, pedi holiday na escola e fui para a vida de “Marinete”.

Com dois dias de trabalho a minha gerente me chamou para conversar e disse que estava gostando muito do meu trabalho e que ela me daria uma oportunidade para trabalhar na recepção do restaurante, eu nem acreditei quando ela me disse isso, e assim comecei a fazer faxina durante todas as manhãs no restaurante e um a dois dias a noite trabalhava na recepção.

As coisas foram acontecendo o tempo foi passando e venceu um mês e eu parei de fazer a faxina e comecei a trabalhar somente na recepção, passou mais um tempinho ela me treinou no caixa e ontem depois que acabei o meu trabalho ela perguntou se eu gostaria de treinar como garçonete ou como bartender.

Enfim, este não é o melhor serviço do mundo, mas é um trabalho digno e honesto, comecei na faxina e agora já estou fazendo funções melhores, aprendendo mais e estou tendo a oportunidade de praticar o meu inglês.

A moral da história é, tenha coragem, as coisas aqui no intercâmbio mudam muito rápido, uma hora você não tem nada, outra hora você tem tudo. Seja do bem, ajude as pessoas, acredite em Deus e acredite em você.

Dê o seu melhor e tudo dará certo.

Enquanto isso, vamos colocar o nosso batom na mala e seguir a nossa viagem.

Alessanda Assis | Batom na Mala

3 thoughts on “Promoção no trabalho”

  1. Parabéns!!! Você só me encoraja a tomar a decisão de largar a “pátria amada” como você diz e ir embora para ai. Com quanto tempo você arrumou seu primeiro emprego? Estou indo como você, zero de inglês. Irei precisar de um sub emprego, terei que fazer dinheiro ai. Conto mais uma vez com a sua ajuda. Beijos e muito sucesso!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *