casamento batom na mala

Pedido de casamento – Meu Irish boy quer casar

1 year ago

É, a vida deu uma tumultuada nestes últimos dias, “crendeuspai”, e o tão esperado e ao mesmo tempo inesperado pedido de casamento saiu, meu irish boy quer casar.

ELE ME PEDIU EM CASAMENTO!!! Gzuiiiis me abana porque é muita emoção para um final de intercâmbio.

Estamos juntos há 1 ano e 3 meses, acho ele incrível, uma pessoa com uma energia fora do normal, tem os olhos azuis mais lindos que eu já vi no mundo. Muito engraçado e doido também e o que eu mais gosto nele é que ele tem um coração de ouro, a gente aproveita muito a vida e ao mesmo tempo vejo o carinho e cuidado dele comigo.

Eu estava na dúvida se renovava meu visto ou se ia embora para o Brasil, pensei bastante no que faria e por fim como vocês sabem decidi voltar para a pátria amada e foi nesta hora que tudo mudou.

Antes de qualquer coisa somos muito amigos, ele estava por dentro de tudo, sempre falei com ele das minhas alegrias e dificuldades por viver em um país que não era o meu, e ele sempre procurou me ajudar e me dar um bom direcionamento.

Quando decidi voltar ele foi a primeira pessoa a saber. A conversa foi clara e tranquila, porém muito dolorida, ele fingiu estar tudo bem, me falou que ele me entendia e que por me amar ele me apoiaria no que fosse melhor para mim e assim eu comprei a passagem. No dia ele falou que estava tudo bem, mas sumiu, ficou uma semana “desaparecido” (quem namora ou já teve alguma paquera com irlandês vai entender do que eu estou falando, eles tem esta mania de sumir), eu liguei para ele e mandei mensagens todos os dias, ele não me respondia ou me atendia e apesar disso tudo eu não fiquei com raiva, entendi que também estava difícil para ele.

Uma semana se passou e eu mandei uma mensagem bem clara falando que em uma semana eu estaria voltando para o Brasil, que a gente poderia aproveitar este tempo juntos, ou que a gente poderia deixar uma história linda morrer porque a gente não estava sabendo lidar direito com a situação e foi aí que ele apareceu.

Me pediu desculpas, falou que estava muito difícil para ele, e pela primeira vez em mais de um ano de namoro ele me pediu com todas as letras para ficar, ele disse um Eu te amo, coisa que ele nunca faz, (a cultura deles é muito fechada e fria, nem todos são assim, mas o meu é super fechado quando é preciso falar alguma coisa do coração), e pela primeira vez eu vi ele se abrir e falar o que ele sentia por mim, ele nunca tinha feito isso antes.

Eu disse brincando que só ficaria se eu casasse, e ele mais do que depressa me falou um ok, vamos nos casar!!! Faz sua mala e se muda para minha casa amanhã, eu quero que você seja a minha esposa. Eu fiquei assustadíssima, porque desde o começo ele já tinha me falado que não pensava em casar e ter filhos, eu juro para vocês que nunca esperei ouvir isso dele, juro!

Foi a coisa mais linda do mundo. Ele me olhava, me beijava e falava que eu não tinha noção do quanto ele me amava.

E assim eu fiz. Levei uma mala para casa dele, arrumei todo o restante para me mudar, fui buscar escola para poder renovar meu visto, fiquei um dia na correria total e preparando uma desculpa na minha cabeça para falar com a minha família.

Nesta noite eu não consegui dormir, muita coisa na minha cabeça, foi aí que eu chamei meu boy para conversar.

Eu iniciei falando que o amava muito, muito mesmo, que de todos os namorados que eu já tive ele era uma pessoa diferente, que eu era com ele a Alessandra, que ele me conhecia por ser eu, e que ser você sem ter que fingir ser uma outra pessoa não tem preço. Falei também o quanto estava orgulhosa dele por ele tentar salvar a nossa relação, por ele te me pedido para mudar para a casa dele (se bem que eu já ficava mais na casa dele do que na minha), mas que quando eu falava de casar eu falava de casar mesmo, igreja, festa, etc. Eu esperava algo mais do que morar juntos e que neste pacote eu gostaria de ser mãe, que eu queria um filho e ele ficou pensando e não me disse nada.

Quando o silêncio deu uma trégua ele disse que para ele morar junto já era casar, que ele não pensava em casar na igreja ou fazer uma celebração, mas que se isso era importante para mim ele faria, mas que um filho ele não queria, que isso não entraria nos planos dele nunca.

Eu o beijei, agradeci pela honestidade e disse que eu seguiria amando ele, mas que eu voltaria para o Brasil, porque eu não quero que ele se case comigo porque eu quero, eu quero casar porque o casal quer.

O mais importante para mim nem era o casamento e sim ser mãe. Eu não acredito que uma relação possa dar certo quando um quer muito uma coisa e o outro não, para ficar com ele eu teria que abrir a mão do meu sonho que é ser mãe, e quando a gente abre a mão de um sonho a gente nunca é feliz por completo. Então eu disse não para o “pedido de casamento dele”, eu disse não para o homem que eu amo.

As vezes a vida faz umas pegadinhas, a vida sacaneia… tudo que eu mais queria era morar com ele, era seguir com ele, mas eu sei que ele faria isso por mim e não porque ele realmente queria isso.

As vezes amar também é se respeitar e respeitar o seu companheiro, é entender que você não pode mudar os sonhos dos outros e nem os seus. Não deixei de amar, não esqueci e não me orgulho de ter falado não, mas eu já me privei muito pelos outros e não posso deixar de realizar meus sonhos.

Seguimos juntos até o final, ele me levou para o aeroporto, depois conto da despedida… Brasil aí vou eu.

Agora vamos ver as cenas dos próximos capítulos.

Enquanto isso, vamos colocar o nosso batom na mala e seguir a nossa viagem.

 

 

Alessanda Assis | Batom na Mala

5 thoughts on “Pedido de casamento – Meu Irish boy quer casar”

  1. Aleeee! Que história! Fiquei meeega ansiosa em cada momento da sua história. Desculpa me intrometer mas vcs ainda continuam se falando, conversando? Desejo muitas felicidades e sucesso nesta nova jornada. Enquanto isso coloco meu batom na mala e vamos trabalhando até sua próxima história. ?

    1. Eiii Indianara, que legal que se envolveu com o meu caso, porque foi real, bem real.
      A gente está se falando sim. Vou fazer um post sobre isso, logo logo conto como está a situação entre a gente.
      Obrigada pelo seu carinho e por me acompanhar. 😀

  2. Nossa Alê, que coisa mais linda, mas ao mesmo tempo tão triste… Pena que a vida real não é como um conto de fadas, que sempre termina em finais felizes.. Pena que para ter uma coisa é preciso abrir mão de outra. Estou impressionada com a sua maturidade e sabedoria! Você é uma pessoa do bem, e coisas boas acontecem para pessoas como você! Nunca postei nada, mas sempre estou acompanhando o Batom na Mala! Sucesso sempre! Bjs!!!!

    1. Gabi sua linda, fico feliz com o seu comentário.
      Olha não foi fácil, não mesmo, mas acho que foi a decisão correta, ainda dói, ainda me sinto confusa, mas sei que foi o melhor.
      Vamos ver como será daqui para frente.
      Obrigada por me acompanhar. Bjim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *