valentines-day-images-3

Dia dos namorados – História da Vanessa e Julian

1 year ago

Sempre conto das minhas histórias de amor, mas como todos sabem a minha vida amorosa anda mais bagunçada que a situação financeira do Brasil. Então por este motivo, vou mostrar para vocês que tem gente feliz e amando de verdade, vou contar agora a história da minha amiga e leitora Vanessa.

Antes de começar vamos à um simples fato que você já deve saber. O dia dos namorados é comemorado na Irlanda e em vários países no dia 14/02, no dia do São Valentim que é considerado o padroeiro dos casamentos na religião Católica, o dia é chamado de Valentine’s Day. Para nós brasileiros a comemoração é em 12/06 e pelo que eu saiba não tem nenhuma explicação para ser comemorado no dia de hoje, suponho que porque no Brasil é carnaval em fevereiro seria impossível comemorar o dia dos namorados neste mês. Informações dadas hora da história.

Eu conheci a Van assim que cheguei na Irlanda, a gente era da mesma sala no curso de Inglês, aprendemos juntas o ABC do macaco como a gente dizia, porque não sou só eu que sou doida de ir para um intercâmbio sem falar nada, tem mais gente que é doida como eu, e foi assim que eu conheci ela. Bom, a história não é sobre a gente e sim sobre o namoro dela. Então vamos lá.

Um belo dia eu literalmente enchi o saco da Van para ir na Diceys comigo, ela detestava o inferninho, mas eu tanto fiz que ela foi. Chegamos lá e logo demos um jeitinho de beber e fazer amizade, tinha dois gringos e eu logo fui tratar de falar com eles para melhorar o meu inglês – como a gente tinha pouco tempo de intercâmbio qualquer gringo que a gente visse fazia o nosso dia feliz. Pois bem, eu fiquei conversando com os dois, e tadinhos, eles tiveram muita paciência comigo porque o meu inglês estava bem ruim. A Van conversou um pouco, mas ficou mais olhando. Achei eles megaaaaaaa simpáticos e falei que gostaria de virar amiga deles, e eles falaram que isso seria ótimo. Eu distrai e fui conversar com outras pessoas e os gringos saíram, então a Van falou que estava interessada em um deles.

vanessa e julian

Quando ela me disse isso eu só falei: “Amiga você quer? Se você quiser nós vamos achar eles e vamos ajeitar isso.” E aí começamos a caça ao boy e não preciso nem falar nada, a missão foi muito bem sucedida e eles estão juntos a mais de um ano.

Eu acompanhei todos os grandes momentos deste casal, todos mesmo, quando eles se conheceram, quando ele falou que eles estavam namorando – porque lá não tem muito desta de pedir em namoro. Quando ele pediu ela para se casar, quando ela se mudou para casa dele, e pretendo acompanhar o casamento também, porque o casal me chamou para ser madrinha.

É isso mesmo que vocês estão lendo, ele pediu ela em casamento e eles estão se organizando para se casarem! Isso é simplesmente fantástico.

van e julian

Vim aqui hoje falar da Van e do Julian, não por causa da minha amiga ter achado um Irish, mas porque de verdade a minha amiga encontrou um amor, um porto seguro, um companheiro, um amigo. Vejo de perto o carinho e respeito que ele tem com ela, é lindo de se ver. E não só com ela, ele tem carinho com os amigos dela, inclusive ele me adotava sempre, porque eu era a vela oficial do casal e ia para casa deles e ficava tarde e eu acabava dormindo lá.

Eu fico muito feliz quando vejo uma história de amor de verdade, uma história que é construída com respeito e carinho. É bonito ver que nenhuma das partes forçou nada, que as coisas foram acontecendo… Eu tenho certeza que eles tem problemas, que a diferença cultural é um ponto que incomoda, mas mais do que isso eu tenho certeza que os dois querem ser felizes juntos.

A dindinha morre de orgulho deste casal!

Lição do dia:Não fale que a Diceys tem só brazuca, porque lá tem gringo também, e tem gringo de responsa como o Julian. Dizem que amor de carnaval não vinga, a Diceys é tipo neste esquema, mas vinga sim, o da Van deu mega certo. Dizem que você não encontra boy para namorar em balada, olha o meu é de balada e o da loira também.

Para finalizar, você que está aí como eu neste dia dos namorados, sozinha e as vezes um pouco tristinha, não se desespere, uma hora o amor vai acontecer, e vai acontecer da maneira que você merece.

Enquanto isso, vamos colocar o nosso batom na mala e seguir a nossa viagem.

Alessanda Assis | Batom na Mala

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *