respeito

A falta de bom senso

2 years ago

Quero começar o post de hoje com alguns trechos da música Perfeição do Legião Urbana.

“Vamos celebrar a estupidez humana
A estupidez de todas as nações…”

“Celebrar nossa desunião…”

“A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos…”

“Nosso pequeno universo
Toda hipocrisia e toda afetação…”

“Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar um coração…”

“Vamos festejar a inveja
A intolerância e a incompreensão
Vamos celebrar a violência…”

“Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isso – com festa, velório e caixão…”

Separei alguns pedaços da música que mostra a ferida no caráter de uma pequena parte da população.

Desde que comecei a trabalhar com comunicação que acompanho de perto o comportamento humano e toda a sua grande falta de bom senso, (e antes que eu seja julgada novamente, não estou escrevendo isso para uma pessoa ou para cutucar alguém, quero deixar isso bem claro, é apenas um textos das minhas percepções, ok?).

Algumas pessoas perderam o respeito pelas outras, perderam o senso de educação, se esquecem que o direito de se expressar e de dar a sua opinião não lhe dá o direito de recriminar, julgar, denegrir, difamar e rebaixar a outra pessoa.

Se esquecem que, os seres humanos tem pensamentos diferentes; o que acho ótimo, porque seria uma chatice se todo mundo pensasse da mesma maneira.

As pessoas encaram a diferença de pensamento e de vida como algo bizarro e incomum que deve ser tratado com desprezo e grosseria. Esqueceram-se que quem julga também tem defeitos, também erra e também poderá ser julgado.

Minha mãe sempre dizia: “O prego que se destaca é sempre o mais martelado”, e está semana mais do que nunca tive a total certeza disso.

A sociedade diz ser moderna, existe um discurso plausível que estamos no Século XXI e que as mudanças e o diferente é algo legal, mas infelizmente não. Uma minoria ainda vive na idade das pedras, uma minoria ainda tem o pensamento machista, distorcido e arrogante, uma minoria ainda ganha voz ativa e contamina todo um restante que não consegue firmar a sua voz.

Eu não serei a primeira e nem a ultima a sofrer da ignorância alheia, muito pelo contrário, acredito que a caminhada está só começando.

Prefiro acreditar que no mundo tem muito mais pessoas boas do que pessoas ruins, que no meu círculo de amizade, existe muito mais pessoas esclarecidas e bem resolvidas do que pessoas insensatas, prefiro acreditar que o mundo te devolve o que você planta, e que sim, ser amigo, ajudar o próximo, ter educação e respeito ainda é o melhor caminho para se levar a vida.

Aos que pensam como eu, obrigada, quero agradecer todo carinho que recebo diariamente e dizer que a “casa” vai crescer, que ainda teremos muitos textos sérios e de conteúdo para ajudar a quem precisa, que ainda vamos ter muitas histórias para contar das minhas fudências e paqueras, que ainda vai rolar muita, mas muita viagem, e que não, o blog não vai parar.

Eu não vou mudar a minha personalidade e não vou deixar de trabalhar aqui porque algumas pessoas não concordam com o meu jeito de ver a vida. Sorry.

Obrigada a todos que confiam em mim e me acompanham. Eternamente grata a vocês!

E pra quem ficou com vontade de ouvir a música, segue ela aí, só dar o play.

Enquanto isso, vamos colocar o nosso batom na mala e seguir a nossa viagem.

 

Alessanda Assis | Batom na Mala

10 thoughts on “A falta de bom senso”

    1. Giiii, obrigada pelo carinho e atenção de sempre. Saiba que também adoooooro você e morro de vontade de te conhecer.
      Qualquer dia coloco meu batom na mala e vou dar uma volta pelos cantinhos da Irlanda até achar você.
      Bjim e obrigada por tudo.

  1. Caraca Ale, nem imagino o tipo de pessoa que consegue falar mal ou criticar uma pessoa tão querida igual vc. Tenho sempre cmgo que pessoas iluminadas incomodam muita gente, então fica bem e abstrai esse tipo de gente e comentário da sua vida, não vale a pena!

    Beijoos

    1. Ei Camila, que delícia ler o seu comentário, me deixou muito feliz agora.
      Infelizmente a internet é uma mão dupla, existem pessoas que são boas e outras ruins e acredite no mundo virtual isso ganha uma força muito grande.
      Sempre tento ser gentil com todos, e não é por questões “profissionais” e sim, porque acho que esta é a melhor maneira de levar a vida.
      Concordo com você, pessoas iluminadas e de brilho acabam incomodando as pessoas que são negativas e vazias, mas não vamos nós prender a isso, força pela luta e vamos preservar as pessoas de bem.
      Feliz com o seu carinho.
      Obrigada por tudo.
      Bjim

  2. Ale, acompanhei os comentários no E-Dublin e admiro a sua postura e paciência ao responder as pessoas lá.
    É fácil ofender as pessoas na internet, onde se fala o que quer sem sofrer consequências. Siga com o seu blog e seu trabalho, pois você ajuda muitas pessoas a seguirem seus sonhos!
    Fica com Deus, um beijo :*

    1. Talita, muito, mas muito obrigada por tudo. Fui muito ofendida nesta ultima semana, mas da mesma maneira que encontrei pessoas que tentaram me desanimar e me denegrir encontrei outras que me deram tanto amor, atenção e carinho que cheguei a ficar comovida.
      Recebi inúmeras mensagens no inbox do face, e-mails, recados, ligações, mensagens no celular, WhatsApp, enfim, foi uma demonstração de carinho sem fim.
      Falar que foi fácil ou que não importei com tudo isso é mentira, nunca é bom ver, ouvir ou ler alguém te ofendendo, principalmente sem motivo, mas acredito que isso vem de pessoas que não tem senso de respeito pelo próximo e também que tem graves problemas de interpretação de texto.
      Quem me acompanha me conhece, eu não vou ouvir criticas destrutivas de quem não sabe nada sobre mim. Eu sei do minha índole.
      No mais, vamos seguindo juntas, eu, você e todo mundo que me acompanha de verdade.
      Tudo que faço aqui e para os meus parceiros é com muito amor é carinho.
      Obrigada por tudo.

  3. Oi Alê linda,
    Super concordo e assino em baixo, tbm sou do mundo da comunicação e você assim como eu sabe que enxergar o ser humano como ele realmente é não é nada fácil, mas acredito que para cada projeto com defeito existe um que deu certo, então o mundo ainda não está perdido!
    Continue com seus projetos e sonhos, ninguém nesse universo tem o direito de julgar ninguém, e se alguém se achar no direito isso apenas mostra o quanto o indivíduo ainda precisa evoluir.
    Adoro seu blog e seus textos, concordo com a sua maneira de pensar, tamo junto!!!
    Bjos
    Sigo te acompanhando.

    1. Rafa que bom ler o seu comentário.
      Como disse para as outras meninas, não vou levar em consideração pessoas que não acompanham o meu trabalho e que não conhecem a minha índole. A crítica já é algo normal do ser humano, temos infelizmente a tendência de ver o lado negativo das coisas, o que não concordo é quando uma pessoa expressa a sua opinião de maneira baixa, preconceituosa e grosseira.
      Mas este assunto já passou e vamos seguir firme aqui. Tudo que faço é com a intenção de ajudar, e sempre dou o meu melhor.
      Obrigada pelo carinho de sempre! Feliz de saber que existem pessoas de bem como você.
      Bjim

    1. Felipe, que lindo seu comentário, muito, mas muito obrigada.
      Ler isso de um homem me faz sentir muito bem. Fez meu dia feliz.
      Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *