Tattoo

30 coisas para fazer antes dos 30 #03 Tatuagem

1 year ago

Enfim a coragem apareceu e o terceiro item está pronto, da série 30 coisas para fazer antes dos 30 anos.

Pensei um milhão de coisas que eu poderia fazer, pesquisei mil desenhos, entrei em vários sites e inicialmente iria fazer alguma coisa grande, bem ousada e que se identificasse bastante com a minha personalidade, mas logo desisti porque tenho um medo fodido de agulha e fiquei com muito medo de passar mal e desmaiar como acontece toda vez que vou tirar sangue.

Diminui a minha coragem e fui logo pensar em fazer uma coisinha bem pítica, assim acabava rápido e eu não sofreria muito, eu sabia que queria fazer na minha costela esquerda (meu lado esquerdo é o lado #revolts, sou canhota e meus pircings são do lado esquerdo), pois bem, eu pensei muito e queria fazer uma frase, porque eu acho bonito, uma frase simples e que me representasse. Pronto frase escolhida.

Depois da frase o meu tatuador perguntou se eu não gostaria de fazer nenhum desenho e eu falei, é, porque não.

Bom, esta é a minha tatuagem.Tattoo alessandra

ALessandra Assis tatoo

* Tirei a foto bem de pertinho porque ela está numa parte muito íntima do meu corpo e não quero ficar mostrando as minhas peitholas aqui.

Agora tenho certeza que todo mundo vai perguntar sobre o significado. Então vamos lá.

A Frase: “Viver é melhor que sonhar” é da música: Como nossos pais da Elis Regina. Eu sou fã da Elis, mas eu não escolhi a frase por causa disso, eu escolhi a frase porque ela resumi uma boa parte da minha vida.

Eu sempre sonhei muito e sempre sonhei alto e depois que eu comecei a viver, a realizar os meus sonhos eu vi que eu sou capaz de fazer muito mais que sonhar. Eu descobri que viver é melhor que sonhar e esta está sendo a minha metodologia de vida por mais de 3 anos e acredito que ela nunca mais mudará.

Frase explicada, vamos para o desenho.

Todo mundo deve pensar que eu fiz um desenho de uma gaiolinha com o pássaro voando porque simboliza liberdade, e digamos que podemos ver por este lado também, porque eu simplesmente amo ser livre, eu amo voar. Mas o sentido é muito mais profundo. A minha casa em BH é cheia de pássaros, muitos, vários, desde que eu nasci a minha casa tem pássaros e ate hoje a situação é a mesma.

Meu pai é simplesmente apaixonado por eles, minhas irmãs e eu aprendemos a viver com os cantos dos pássaros que muitas vezes chegava a incomodar.

Por não concordar que meu pai prendesse os bichinhos, eu tentava escondido soltar os pássaros para que eles tivessem vida, mas muitas vezes eu abria a porta da gaiolinha e os passaras não voavam, permaneciam quietinhos no puleiro. Então eu descobri que as vezes alguns pássaros não querem voar, (ou por não poder, por não saber, por ter perdido o costume, por uma série de coisas), algum pássaros como pessoas querem ou precisão estar aonde estão.Alessandra Assis Criança
* Gente, olha eu pítica com uma gaiola, isso prova duas coisas. 1) Já fui gordinha delícia. 2) Sempre teve pássaros na minha casa, rs.

Para concluir a gaiolinha é mais que uma simbologia de liberdade, ela me lembra, lar, infância, meu pai… me lembra o mais puro e doce amor que é o que a gente tem da família da gente. Me lembra que eu posso voar para onde for que a minha base vai estar lá me esperando do mesmo jeito.

A tattoo foi feita para mim, como eu queria, mas foi feita principalmente para me manter perto das minhas raízes e das pessoas que eu realmente amo.

Sobre doer, achei de boas a dor, dá para fazer mais hahaha… só na parte de colorir que é bem sofrido, o risco é tranquilo. A cicatrização foi rápida, só coçou muito. 3 dias já estava super cicatrizada.

Se vou fazer outra? Há isso eu não sei, veremos as cenas dos próximos capítulos.

Enquanto isso, vamos colocar o nosso batom na mala e seguir a nossa viagem.

Alessanda Assis | Batom na Mala

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *